Blog Maudlin Merchandise
Porque e que nao fazemos amostras?

Uma das questões que mais frequentemente nos é colocada é se podemos fazer amostras para que o cliente veja se gosta do resultado final e posteriormente decidir se faz o trabalho ou não.

Na teoria parece bastante simples; o cliente envia a imagem, nós fazemos uma peça e o destinatário logo decide o que fazer… infelizmente tecnicamente as coisas não são bem assim e passamos a explicar porquê.

Para que perceba o porquê de não conseguirmos fazer amostras é necessário primeiro perceber como funciona a serigrafia. Garanto-lhe que se perder 5 minutos a ler este texto irá compreender as nossas razões.

.

  • Preparação inicial da imagem;

Não se trata simplesmente de pegar na imagem e colocar na t-shirt; é preciso fazer a vectorização da imagem (algo que pode significar horas de trabalho minuciosos para que fique tudo exactamente como pretende). Temos de pegar na imagem e analisar todos os detalhes; juntar ponto a ponto, cor a cor. É um trabalho moroso e muito complicado.

.

  • Fotolitos

Cada cor necessita de um fotolito diferente; um fotolito é essencialmente uma folha de acetato com uma camada de tinta que perfaz uma imagem. Para uma imagem a 5 cores são necessários 5 fotolitos (um diferente para cada cor).

.

  • Quadros

Os quadros são provavelmente a parte mais complicada de efectuar; pense numa moldura com uma rede (muito fininha) no centro. Tal como para os fotolitos, também precisamos de 1 quadro por cada cor. É nestes quadros que colocamos a tinta e é através deles que estampamos as suas peças. A não esquecer que estes quadros levam um tratamento através de emulsão e que precisamos de os “queimar” através de uma luz forte. Temos, posteriormente de os lavar minuciosamente.

Estes 3 passos são, sem dúvida os que mais exigem, quer a nível técnico, de tempo e até financeiro. Saltar algum destes passos é impossível em serigrafia. Só no conjunto destes passos estamos a falar por vezes em dias de trabalho (é tudo feito manualmente).

.

  • Misturar cores

Nós utilizamos as tabelas pantone para encontrar a sua cor. Não existe apenas 1 ou 2 vermelhos ou 1 ou 2 verdes; existem milhares de cores disponíveis em vários tons diferentes e é necessário efectuar misturas para cada cor desejada. Para isso existem máquinas em que pegamos em 2 tons e misturamos de forma a que saia o tom que mais deseja.

.

  • Montagem de máquinas, impressão e desmontagem de máquinas

Lembre-se que não estamos a falar de impressoras que fazem o trabalho todo; estamos a falar de máquinas com até 10 braços diferentes e em que é necessário montar um quadro por cada braço. É trabalho manual e é tudo menos fácil. É necessário ajustar o quadro para que imprima no local exacto que nos pediu e efectuar várias amostras de localização para que tenhamos a certeza que ficou tudo perfeito. Depois procedemos à impressão das suas peças e temos de voltar a desmontar tudo. Estaremos a falar de vários minutos (muitos por vezes) até sair tudo perfeito para imprimir 1 unidade e posteriormente desmontar.

.

  • Secagem e embalamento

Após a impressão de todas as cores e todas as camadas, temos de pegar nas peças e colocá-las em uma outra máquina de secagem a altas temperaturas (a chamada estufa). É aqui que as cores vão “curar” e que a sua peça sai como pretende.

.

Depois disto apenas necessitamos de embalar as suas peças e estão prontas a ser expedidas.

.

Como poderá ver, fazer uma amostra requer um pouco mais que “5 minutos” e não é por malandrice ou por maldade que não as fazemos. É, de facto, um sistema muito complicado, que demora o seu tempo e prevê custos muito elevados a nível de mão de obra e de materiais.

.

Agora vamos partilhar consigo um pequeno segredo.

Sabe qual é a diferença entre estampar 1 t-shirt ou 100 t-shirts? Cerca de 20 minutos!

90% do trabalho e dos custos prendem-se com os primeiros 4 pontos da lista que aqui apresentámos. Depois de a máquina estar montada, fazer 1 peça, 100 peças ou até 1000 peças é praticamente indiferente pois grande parte do esforço já foi efectuado anteriormente. É uma das grandes razões porque existem diferenças de valores tão grandes nas pequenas quantidades da serigrafia. Grande parte dos custos centra-se na preparação dos ficheiros, na abertura dos quadros, dos fotolitos, na montagem e na desmontagem das máquinas; quanto mais peças adquirir, mais estes custos se vão “diluindo” e baixando no custo total dos trabalhos.

.

Apesar de todas estas dificuldades e, desde que todas as partes estejam dispostas a ceder um pouco, podemos sempre chegar a um acordo para que o cliente possa ficar o mais satisfeito possível.

Podemos não conseguir fazer a amostra fisica que tanto pretende mas, como serviço gratuito para todos os trabalhos e encomendas que recebemos, temos todo o prazer em fazer-lhe uma maqueta à escala de como o seu trabalho irá ficar (amostra digital).

Fazemos um esforço para que todas as maquetas sejam o mais realistas possível para que possa sempre ter uma ideia muito concreta do resultado final.

Estas maquetas incluem tamanho da peça, tamanho (visualmente e em centímetros), localização (com medidas) e cores da impressão (códigos pantone).

.

Se tem dúvidas sobre o seu trabalho, contacte-nos, peça-nos uma maqueta, verá que não se arrependerá!

.

Artigos Relacionados

  • Personalizar T-Shirts com LixíviaPersonalizar T-Shirts com Lixívia Há uns dias estávamos a fazer pesquisa de mercado e de novas técnicas de estampagem quando nos deparámos com uma ideia interessante para quem tem jeito e quer fazer t-shirts […]
  • Escolher uma data para lançar a sua colecçãoEscolher uma data para lançar a sua colecção Já alguma vez pensou nisto? Tem uma nova colecção de roupa para lançar, está em pulgas para o fazer (afinal investiu tempo e dinheiro e está impaciente para ver a reacção dos seus […]
  • Alterar Cores na Estampagem em SerigrafiaAlterar Cores na Estampagem em Serigrafia Hoje vamos falar um pouco na serigrafia e num fenómeno que se começa a ver bastante nos trabalhos que recebemos; as alterações das cores das estampagens. Possivelmente não será o artigo […]

Deixe-nos uma mensagem

Your email address will not be published. Required fields are marked *

* *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>